Viagem de trem da Rússia à Finlândia. Trem Allegro.

Oi pessoal, tudo bom? Hoje é dia de compartilhar minha experiência no Trem Allegro que vai da Rússia à Finlândia, viajando de São Petersburgo a Helsinque.

Se você não costuma utilizar as ferrovias para o traslado entre cidades e países talvez seja a hora de você incluir no seu roteiro. Eu particularmente adoro viajar de trem. Acho prático, confortável e também chique! Acredito que tem muitas vantagens em comparação com viagens de avião:

  • Não demora tanto para embarcar e guardar as malas;
  • Suas malas podem ficar à sua vista;
  • Você pode ter uma cabine privada;
  • Internet gratuita;
  • Muitas vezes os preços são mais atrativos que de voos;
  • Dependendo do trajeto você tem paisagens incríveis;
  • Você tem opção de pernoite em alguns trens com cama (e não poltrona que não deita);
  • Você pode levar sua refeição, incluindo bebidas;

Tenho uma listinha grande a favor dos trens. Agora vamos à minha experiencia.

Partimos de São Petersburgo, Rússia, com destino final em Helsinque, Finlândia. Saímos do Hotel pela manhã para a estação de trem Russa (Sempre chegue com antecedência para não correr o risco de perder o trem). Bom, para início de conversa o setor de trens internacionais era como um anexo da estação principal. Entramos e demos de cara com uns 5 guardas totalmente equipados só para passar as malas no raio x. Ficamos esperando algumas horas até abrir a parte de embarque que era minúscula e só foi liberada meia hora antes do embarque. Compramos o bilhete pela internet. O trem era o Allegro, companhia Russa.

Meu marido havia lido em um blog antes da viagem sobre uma pessoa que fez o trajeto oposto ao nosso (da Finlândia para a Rússia) e que relatou mais ou menos a mesma situação!

Como estávamos atravessando fronteiras, é normal a presença das policias locais dentro dos vagões para a conferência de documentos. Eu já tinha cruzado fronteira de trem mas deve vez fiquei um tanto apreensiva. Embarcamos no trem, arrumamos nossas malas de viagem em nosso vagão e tratamos de nos acomodar nos assentos. Nos assentos tinham tomadas para carregar os celulares, mesinha para comida ou lap top, porta bebidas/copos, porta casaco e, acima da cabeça, como nos aviões, os maleiros para bagagem de mão.

O trem partiu da estação e logo chegou ao nosso vagão um pelotão da polícia russa. Eu disse pelotão sim pois não eram apenas dois policiais e sim quatro policiais. Nesse momento você deve ficar sentado e não se atreva a levantar! Gente, é a policia russa! Só de ver eles entrando já meu deu um frio na barriga. Dois dos policiais ficaram guardando a entrada de cada porta do vagão enquanto os outros dois conferiam os passaportes e os tickets do trem. Acho que nós tínhamos muito cara de turista, pois os policiais fizeram poucas perguntas sobre o que estávamos levando na bagagem e o motivo da viagem. Pouca conversa, somente conferência de documentação mesmo. Como estávamos saindo da Rússia, os oficiais recolheram nossa permissão para estar na Rússia, é um formulário que você recebe logo que entra no país (Sim, nós informamos que tínhamos garrafa de vodka nas malas como souvenirs).

Logo em seguida, entrou a polícia Finlandesa. Se eu já estava sentindo um certo ar de terror com a policia russa, por incrível que parece a polícia finlandesa me deixou ainda mais apreensiva. Eram somente dois policiais mas a abordagem deles com os assentos anteriores ao nosso foram tão rigorosas que ficamos com receio. A pessoa que estava sentada na nossa frente passou por um interrogatório. O policial pediu identificação, endereço do local onde ficaria na Finlândia, perguntou quanto dinheiro estava levando, cartão de crédito e até o extrato bancário, ufa o sujeito passou um sufoco! O mesmo ocorreu com a pessoa que estava no assento atrás do nosso (nosso assento ficava mais no centro do vagão). Para meu alívio, estávamos mesmo com muita cara de turista e o policial foi simpático conosco. Perguntou sobre nossa bagagem, sobre a viagem, quando iríamos embora, viu que eu faria aniversário nos próximos dias e até me parabenizou. Comentamos que estávamos indo para o norte para tentar ver a Aurora Boreal e ele nos desejou sorte.

Chegamos inteiros na capital da Finlândia, Helsinque, mas com a adrenalina nas alturas. Sempre tiro muitas fotos e faço algumas filmagens, porém não me senti nada à vontade. Fica o meu relato de que, sim, vale a pena viajar de trem, mas muita atenção com sua documentação e respeito às autoridades. Responda somente o que te perguntarem sem cara feia.

Até breve. Gi

feelings

Visitamos São Petersburgo em Novembro de 2019. O trajeto do trem Allegro durou aproximadamente 3,5 horas, com algumas rápidas paradas em duas ou três cidades. Compramos passagens para a classe econômica e as instalações eram muito agradáveis. O trem tem um vagão com restaurante. Os oficiais tanto russos quanto finlandeses conversaram conosco em inglês.

info

O Allegro é um trem de alta velocidade da companhia ferroviária russa. A velocidade constante é de 220km/h. São quatro trens diários que fazem esse trajeto. Se você comprar um bilhete para a primeira classe a tarifa inclui lanches frios. Tanto a estação Russa como a estação finlandesa ficam localizadas no centro das cidades o que permite fácil acesso de qualquer região que você esteja hospedado. Meu marido tem dupla nacionalidade europeia e normalmente quando vamos para Europa ele apresenta o passaporte húngaro. Para entrar na Rússia ele precisou apresentar o passaporte brasileiro. O governo brasileiro tem um acordo com o governo russo de permanência na Rússia até 90 dias sem a necessidade de visto, e não com a União Europeia.

Um comentário em “Viagem de trem da Rússia à Finlândia. Trem Allegro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s