Viagem para Santa Catarina. 5 Destinos para conhecer em Santa Catarina. Destinos Brasileiros.

Olá pessoal! Eu sou muito suspeita para falar desse tema. Mas, vou falar sim e contar tudo para vocês sobre a minha amada Santa Catarina. O menor Estado do Sul do Brasil, Santa Catarina tem uma diversidade de opções em turismo. Em curtas distâncias de carro você pode vivenciar radicais mudanças na paisagem, na culinária, nos sotaques e também no clima. Aqui temos praia, cidades geladas, temos cânions, temos cachoeiras, temos cervejarias e vinícolas e diversificada culinária.

Reuni os meus 5 destinos favoritos em Santa Catarina para contar para vocês que ainda não conhecem e também para quem quer retornar e fazer novas descobertas.

Balneário Camboriú fica a aproximadamente 80 km da Capital Florianópolis. Aí você me diz: é um destino clichê Gi! Pode ser mas BC mudou tanto nos últimos anos que se você esteve aqui há algum tempo, sugiro que volte para ver a diferença. O que eu mais gosto de BC é que a cidade é movimento, uma cidade 24horas. Por aqui você nunca está sozinho. Sempre tem alguém caminhando à beira-mar. São quase 7km de extensão na praia Central para quem gosta de caminhar, andar de bici ou correr um uma bela vista. Nas duas pontas da praia central tem praças públicas, parquinho para as crianças e um lindo pier. Sobre as praias particularmente não gosto da praia central, só para caminhar mesmo. A melhor opção é passear pela rodovia Interpraias e achar a sua praia favorita! Vai ser difícil escolher: tem de praia de nudismo até a mais agreste. Voltando à praia Central, na Barra Sul temos duas atrações imperdíveis. O Parque Unipraias, que tem uma das vistas mais sensacionais e a mais nova atração de BC, o Oceanic Aquarium. Logo a Barra Norte também terá uma atração incrível, a BC Big Wheel. Passeando pela Estrada da Rainha, ainda nesse lado, encontramos o Morro do Careca onde temos uma vista linda de Balneário Camboriú e também de Itajaí. Muitos voos de parapentes saem dali, se você tiver coragem praticar. Não é só de temporada de verão que vive BC. Quem vem durante o ano consegue aproveitar muito mais atrações e as praias do que na temporada.

Bombinhas, fica a aproximadamente 71km da Capital Florianópolis. As principais atividades econômicas do município são o turismo, a pesca artesanal e a maricultura (criação de mariscos e ostras). A grande atração aqui são as sua 39 exuberantes praias. Se você procura ecoturismo, venha à Bombinhas. O município tem 3 atrativos para a prática de ecoturismo: o Parque Natural Municipal da Galheta, o Parque Natural Municipal Morro do Macaco (a trilha leva té o topo do morro que dá uma visão em 360 graus do município) e o Parque Natural Municipal Costeira de Zimbros. Os que amam praticar trilhas piram por aqui! Além disso, possui uma unidade de conservação federal, a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. De dezembro até março ocorre o maior fluxo de turistas. As praias mais procuradas são: Bombas, Bombinhas, Quatro Ilhas (tem um post meu contanto tudo sobre essa praia aqui), Canto Grande, Zimbros, Mariscal e Sepultura. Quem é amante dos esportes aquáticos pode se deleitar por aqui. Mergulho, standup, surf, caiaque, pesca, pedalinho, passeios de barco, banana boat entre outros que você encontra na maior parte das praias. Fora da temporada você encontra uma cidade calma e tranquila para roteiros culturais e também o ecoturismo. Eu gosto de ir a Bombinhas nos meses de março até maio e outubro até começo de dezembro. Os dias são lindos e não tem trânsito nem muvuca na cidade.

Pomerode, fica a aproximadamente 164km da Capital Florianópolis. Fugindo um pouco das praias. Esse encanto de cidade fica coladinho à outra cidade que é mais famosa: Blumenau. Pomerode ficou conhecida após as reportagens sobre a maior árvore de páscoa do mundo, a Osterbaun. A cidadezinha que era calma e pacata, às vésperas de Páscoa fica lotada de turistas. Todos os mil e tantos ovos da árvore são casquinhas de ovos de verdade, guardados e pintados a mãos por toda a população durante o ano. Quando você entra em Pomerode já sente uma atmosfera diferente. A cidade foi eleita como a cidade mais alemã do Brasil. E o titulo não é à toa. Tudo na cidade lembra os colonizadores alemães. As casas enxaimel, a culinária, as festas típicas. A cidade tem eventos o ano todo. Em janeiro acontece a Festa Pomerana que festeja o aniversário da cidade. Muito comida típica, tradições e chope. En prosit! Neste evento você encontrará muitas pessoas vestindo os trajes típicos, popularmente conhecidos por Fritz e Frida (incluindo eu!). O meu evento favorito é o Festival Gastronômico de Pomerode que acontece no mês de Julho. O pavilhão de eventos fica todo decorado e iluminado. Você pode apreciar boa comida e bebida em louças e talheres que não são de plásticos, o que é raridade hoje em dia. E, se quiser, pode levar para casa as mais deliciosas cucas e pães! Um passeio super romântico. A cidade é turística mas também super industrial. Você encontra indústrias centenárias ao visitar Pomerode e produtos reconhecidos em todo o mundo. Como: Nugali Chocolate, Porcelana Schmidt, Embutidos Olho, Cervejaria Schornstein. A diversão das crianças está garantida na cidade com Zoo Pomerode e o Parque Vila Encantada com piratas, dinossauros e insetos gigantes. Para saber tudo sobre a cidade você pode visitar o site Vem pra Pomerode. Em Pomerode tem atrações para todos os gostos. Eu até já participei de uma meia maratona (21km) com direito a cerveja e música típica durante o trajeto.

Cânions, Praia Grande, fica a aproximadamente 71km da Capital Florianópolis. Bom, acredito que você não fazia ideia que aqui em Santa Catarina existia uma diversidade tão grande de turismo, não é mesmo? Eu sei, nós estamos ainda engatinhando nesse setor mas sou uma otimista nata e acredito que logo esse mundão saberá da nossa existência. A cidade, que apesar do nome não tem nenhuma praia, fica no extremo Sul de Santa Catarina, coladinha com o nosso vizinho Rio Grande do Sul. Os cânions ficam no parque Nacional Aparados da Serra. E tem uma singularidade. A parte superior, as bordas dos cânions, pertencem ao Estado gaúcho. No nosso lado, ou seria metade, ficam os penhascos, baixadas e leitos de rios abaixo das bordas. Os municípios de Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande abrigam os principais cânions: Itaimbezinho, Fortaleza, Malacara, Churriado, Faxinalzinho, Josafaz, Índios Coroados, Molha Coco e Amola Faca. Para quem gosta de turismo ecológico e de aventuras pode acrescentar esse roteiro na sua #wanderlust. A diversidade de trilhas é enorme e tem para todos os tipos de turista. Desde caminhadas contemplativas até trilhas com travessia de rios e subidas intensas. Você conta também com opções de canyoning, rapel, boiacross, cascading, tirolesa, passeios a cavalo, passeios de bike, passeios de balão e off-road. Tudo acompanhado de um guia credenciado. E se você quiser somente apreciar a vista, a cidade conta com boa estrutura turística com vários hotéis e pousadas com panorama de paisagens estonteantes. Um lugar para relaxar, ou não, e estar em contato com a natureza. Minha hospedagem foi na Pousada Morada dos Canyons. A vista para os cânions é de deixar qualquer um boquiaberto.

São Joaquim, fica a aproximadamente 245km da Capital Florianópolis. A cidade é super famosa pelas baixas temperaturas do inverno mas não se engane! A nossa Serra Catarinense tem muitos outros atrativos que farão você querer conhecê-la. As paisagens por aqui são repletas de vegetação nativa, como as araucárias. E, por causa das geadas, muita vezes a paisagem fica toda branquinha. O caminho para chegar até São Joaquim é mais bonito se você passar pela Serra do rio do Rastro (clicando nesse link você pode ver a Serra ao vivo). No alto da serra você encontra um mirante (cidade de Bom Jardim da Serra) onde tem uma deslumbrante vista do caminho que você percorreu. A cidade de São Joaquim não é grande, mas é um lugar muito simpático. Tem o Belvedere, o Mirante dos Pinheiros, a Epagri, a Igreja Matriz São Joaquim, a praça central João Ribeiro (onde fica o termômetro e o boneco de neve) entre outras atrações turísticas. Para os mais aventureiros tem o parque Snow Valley, que é conhecido pela imersão de inglês, e conta com hospedagem e atrações em meio à natureza. A economia do município tem como base a produção de maçãs Gala e Fuji e suas variações. Você pode fazer um tour visitação na Sanjo Cooperativa Agrícola que é uma das maiores produtoras de maçãs do Brasil. Para os amantes do enoturismo, como eu, nessa pequena parte do nosso lindo Estado você acumulará lembranças inesquecíveis com os Vinhos de Altitude. A cidade tem muitas cores, amoras e sabores.

Santa Catarina tem muito mais cidades a serem exploradas e apreciadas assim como outras coisas para fazer nos destinos acima citados. Mas, prefiro deixar o convite para você vir até aqui e vivenciar muitas experiencias.

Até breve. Gi

top spot

  • Balneário Camboriú. ZipRider, a tirolesa do Parque Unipraias vale muito a vista.
  • Bombinhas. Praia de Quatro Ilhas costão esquerdo com águas calmas e cristalinas.
  • Pomerode. Festival Gastronômico no mês de julho para a janta. Chegue cedo!Depois das 21h fica sempre lotado.
  • Cânions, Praia Grande. Ficar na Pousada Morada dos Canyons com a vista para os Cânions foi indescritível.
  • São Joaquim. Sunset nos Vinhedos Monte Agudo é de tirar o chapéu.

feelings

Eu sou Catarinense de nascimento e de coração. Falo com muito orgulho de tudo que esse Estado tem a oferecer para quem passa por aqui. É difícil escolher uma só palavra para descrevê-lo. Desde o litoral, com sua variedade imensa de praias exuberantes até o interior do estado com suas magníficas paisagens naturais. Acredito que o melhor que posso fazer é compartilhar com vocês minhas experiências por aqui.

É a frase de efeito do Governo do Estado, mas vou pedir licença poética para copiá-los aqui: VENHA DESCOBRIR SANTA CATARINA!

info

Para entrar no município de Bombinhas de 15 de novembro até 15 de abril do ano seguinte é cobrado a TPA (Taxa de preservação Ambiental). Pode ser paga pela internet. Todas as degustações de vinhos na região de São Joaquim devem ser agendadas. A estrada de acesso até a Pousada Morada dos Canyons era bem ruim na época que eu fui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s